Login: Senha: Registrar-se - Esqueci minha senha
.: Menu
Home
Buscar no Na Faixa
Artigos
Jogos Online
Sign. dos Sonhos
Humor e Piadas
Papel de Parede
Ilusões de Ótica
.: Bancos
Emoticons e Gifs
Ícones
Logos
.: Canais
Apostilas
Arte/Cultura
Blog
Busca
Celular
Downloads
E-mail Grátis
Emoticons
Esportes
Filmes
Flogs
Fontes
GTA Mods
Host Grátis
Humor
Infantil
Informática
Jogos
Jogos Online
Linux
Músicas
Notícias
Offline
Redirecionadores
Sites Parceiros
Webdesigners
Webmasters
.: Serviços
Mural de Recados
Editor de Fotos
Protetor de Links
Usuários Online
Bloco de Notas
Formmail
Meu IP
Teste de Conexão
Banner Rotativo
.: Geradores
Barra de Rolagem
Recomende
Pop-up
Inverter Link
.: Na Faixa
Sobre
Contato
Recomende-nos
Termos de uso

O que Diabos é copyleft?

Enviado em 19/10/2006 - 06:09
Fonte: A A A A

Copyleft é uma extensão das 4 liberdades básicas, e ocorre na forma de uma obrigação. Segundo o site da Free Software Foundation, "O copyleft diz que qualquer um que distribui o software, com ou sem modificações, tem que passar adiante a liberdade de copiar e modificar novamente o programa. O copyleft garante que todos os usuários tem liberdade." - ou seja: se você recebeu um software com uma licença livre que inclua cláusulas de copyleft, e se optar por redistribui-lo (modificado ou não), terá que mantê-lo com a mesma licença com que o recebeu.

Nem todas as licenças de software livre incluem a característica de copyleft. A licença GNU GPL (adotada pelo kernel Linux) é o maior exemplo de uma licença copyleft. Outras licenças livres, como a licença BSD ou a licença ASL (Apache Software License) não incluem a característica de copyleft.



Nossa... até eu quase me perdi nessa aula... mais não é nem um bicho de 7 cabeças, ou que ?!
Até a proxima

 

Acima você vê o símbolo do copyleft, palavra que é um trocadilho com copyright, e cuja tradução aproximada seria "deixamos copiar", ou "cópia permitida".


Dúvidas e enganos comuns sobre software livre sob a licença GPL



Posso distribuir comercialmente ou cobrar por software livre, de minha autoria ou de terceiros?

Note que a definição de liberdade apresentada acima não faz nenhuma referência a custos ou preços. O fato de se cobrar ou não pela distribuição ou pela licença de uso do software não implica diretamente em ser o software livre ou não. Nada impede que um software livre obtido por você seja copiado e vendido, tenha ela sido modificado ou não por você. Ou seja, software livre não necessariamente precisa ser gratuito.

Portanto, você pode ter pago para receber cópias de um software livre, ou você pode ter obtido cópias sem nenhum custo. Mas independente de como você obteve a sua cópia, você sempre tem a liberdade de copiar e modificar o software, ou mesmo de vender cópias - ou distribui-las gratuitamente.

"Software Livre" não significa "não-comercial". Um programa livre deve estar disponível para uso comercial, desenvolvimento comercial, e distribuição comercial. O desenvolvimento comercial de software livre não é incomum; tais softwares livres comerciais são muito importantes.

Se eu distribuo um software livre, tenho que fornecer cópias a qualquer interessado, ou mesmo disponibilizá-lo para download público?

A resposta curta seria "não". Seria uma atitude em sintonia com a filosofia da liberdade de software se você o disponibilizasse para qualquer interessado, preferencialmente em um formato de fácil manipulação (exemplo: imagens ISO de CD-ROMs, pacotes tar.gz com os códigos-fonte ou outros formatos para código executável instalável), mas você não tem esta obrigação.

Entretanto, você tem que deixar o código-fonte à disposição de quem vier a receber o código-executável (caso você não os distribua em conjunto, que é a forma mais apropriada), nos termos da licença. E, naturalmente, tem que respeitar todos os demais termos da licença livre adotada.

Se eu uso um software livre, tenho que disponibilizar meus próprios softwares para o público?

Não. Mesmo se você fizer alterações em um software GPL e guardá-las para seu próprio uso, você não estará infringindo a licença. A obrigação básica da GPL, no que diz respeito a disponibilização de software, é que se você for disponibilizar para terceiros algum software obtido sob os termos da GPL (modificado por você ou não), esta disponibilização deve ocorrer sob os termos da GPL.

Assim, é perfeitamente legal e normal um mesmo desenvolvedor disponibilizar alguns softwares com licenças livres e outros com licenças proprietárias, ter softwares livres e não-livres instalados no mesmo computador, usar softwares livres (como o compilador GCC) como ferramentas de desenvolvimento de softwares proprietários, ou incluir softwares livres e não-livres no mesmo CD-ROM, para citar alguns exemplos.

Outras dúvidas comuns

Veja a resposta a muitas dúvidas freqüentes de desenvolvedores, distribuidores e usuários de Software Livre na GPL FAQ (em português).


Enviado por: brunohcs

Esse artigo foi visualizado 2125 vezes

Compartilhe este artigo
facebook del.icio.us rec6 digg
Recomende este artigo a um amigo


Voltar
>> Comentários
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentar
Buscar Artigos:
.: Jogos Online
Ação
Aventura
Cassino
Classicos
Colorir
Corrida
Educativos
Esporte
Estrategia
Infantil
Luta
Meninas
Nave
Tiro
Outros
Adulto
Top Jogos
.: GTA (Grand Theft Auto)
GTA SA, VC, IV
SA - Carros
IV - Carros
Mods
GTA IV
SA - Mods Cleo
.: Saúde
Calculadora de IMC
Peso Ideal
Artigos de Saúde
Sexualidade
.: Google
Diagnóstico
.: Parceiros
Mural de Recados Grátis
Papel de Parede
Papel de Parede Grátis
Show Moto
Web Visual
.: Nossos Números
Artigos: 912
Categorias: 52
Comentarios: 1863
Usuarios: 25213
Blocos de Nota: 87
Canais: 168

website monitoring service
eXTReMe Tracker
Na Faixa.net - Todos os direitos reservados.
Leia nossos Termos de Uso - Política de Privacidade
Desenvolvido por Web Visual - on buzi
Apartir de:
Crie seu Site - Jogos Online - Papel de Parede Grátis - Show Moto - Mural de Recados Grátis - Dicas Para Blogs