Login: Senha: Registrar-se - Esqueci minha senha
.: Menu
Home
Buscar no Na Faixa
Artigos
Jogos Online
Sign. dos Sonhos
Humor e Piadas
Papel de Parede
Ilusões de Ótica
.: Bancos
Emoticons e Gifs
Ícones
Logos
.: Canais
Apostilas
Arte/Cultura
Blog
Busca
Celular
Downloads
E-mail Grátis
Emoticons
Esportes
Filmes
Flogs
Fontes
GTA Mods
Host Grátis
Humor
Infantil
Informática
Jogos
Jogos Online
Linux
Músicas
Notícias
Offline
Redirecionadores
Sites Parceiros
Webdesigners
Webmasters
.: Serviços
Mural de Recados
Editor de Fotos
Protetor de Links
Usuários Online
Bloco de Notas
Formmail
Meu IP
Teste de Conexão
Banner Rotativo
.: Geradores
Barra de Rolagem
Recomende
Pop-up
Inverter Link
.: Na Faixa
Sobre
Contato
Recomende-nos
Termos de uso

Computador promete simular efeito de droga

Enviado em 22/03/2007 - 05:37
Fonte: A A A A

“Clique aqui para se drogar.” Essa frase, que ainda soa um tanto absurda, deve tornar-se cada vez mais comum na internet, ambiente no qual as pessoas buscam simulações para sensações da vida real. Depois de os desenvolvedores de games criarem personagens que têm seus sentidos alterados por drogas virtuais, um site resolveu oferecer essa sensação aos próprios internautas -- uma experiência que pode ser desaconselhável, dependendo da sensibilidade de cada usuário.

Na página i-Doser, os internautas encontram batidas musicais que prometem causar essas sensações -- é possível ouvir uma amostra grátis no site, além de baixar os arquivos pagos ou comprar CDs (cada mídia custa cerca de R$ 40). Segundo a página, a simulação dos efeitos da maconha, da cocaína e do ópio acontecem porque as batidas sincronizam as ondas cerebrais para os usuários sentirem-se eufóricos, sedados ou para terem alucinações.

Arquivos digitais com nove doses custam cerca de
R$ 14 -- cada arquivo tem cerca de 15 minutos e só pode ser ouvido uma vez. “Use a dose uma vez, jogue fora e compre mais quando você precisar”, diz o site, em um discurso que em muito se assemelha com o dos traficantes do mundo real. “Para aqueles que utilizam doses ocasionais, essa é uma alternativa bastante econômica”, continua a página, que aconselha o uso de bons fones de ouvido durante o consumo das “doses”.

“É possível que esses sons façam o que prometem. Sabemos que há uma série de estímulos que alteram o mecanismo cerebral, como acontece com a hipnose. Mas ainda é cedo para sabermos as conseqüências desse tipo de experiência na internet, já que é algo muito novo”, afirmou Dartiu Xavier da Silveira, psiquiatra da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) especializado no tratamento de dependências.

Ele não descarta, no entanto, a possibilidade de esses arquivos serem utilizados no tratamento de pessoas com outros tipos de vício. Pessoas dependentes de jogos via internet, por exemplo, poderiam utilizar essa alternativa como um “degrau” para a cura: elas deixariam de apostar dinheiro, passariam a usar o simulador e, então, conseguiriam eliminar a dependência. Mas ainda não é possível dizer se as “drogas virtuais” são uma boa opção para esses casos.

 Imprevisível

Pelo fato de os efeitos serem desconhecidos, Silveira não é um entusiasta desse tipo de simulador que, segundo ele, pode viciar. “É uma alternativa menos lesiva que a droga química, mas definitivamente não é benéfica, porque manipula a consciência do usuário”, afirma, lembrando das mensagens subliminares. “É possível que esses programas comecem a passar mensagens para os internautas, sem que eles se dêem conta disso.”

Erick Itakura, pesquisador do Núcleo de Pesquisa da Psicologia em Informática (NPPI) da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, concorda com a possibilidade do vício. No entanto, ele lembra que nem todos estão propensos a isso -- da mesma forma, muitos internautas podem não ter as sensações prometidas quando ouvirem as batidas. “Com as substâncias químicas acontece o mesmo: os efeitos variam de pessoa para pessoa”, compara.

Ele considera a experiência de conhecer as batidas válida e afirma que esse tipo de alternativa deve se tornar cada vez mais comum, por conta da característica de interatividade da internet. No entanto, o psicólogo reconhece que esse tipo de simulador pode levar o usuário a situações extremas.
Como exemplo disso, ele cita um episódio em 1997, quando diversas crianças e adolescentes do Japão foram internados depois de assistir ao desenho “Pokemon”. O forte impacto visual do episódio causou em muitos telespectadores sintomas de uma epilepsia fotossensível, como vômito, desmaio e vertigem. “Estímulos desse tipo podem causar sensações desagradáveis e até assustar.”

 Fonte: g1.com.br

BaixaTudo: Clique aqui para fazer o download do i-Doser 


Enviado por: brunohcs

Esse artigo foi visualizado 2130 vezes

Compartilhe este artigo
facebook del.icio.us rec6 digg
Recomende este artigo a um amigo


Voltar
>> Comentários
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentar
Buscar Artigos:
.: Jogos Online
Ação
Aventura
Cassino
Classicos
Colorir
Corrida
Educativos
Esporte
Estrategia
Infantil
Luta
Meninas
Nave
Tiro
Outros
Adulto
Top Jogos
.: GTA (Grand Theft Auto)
GTA SA, VC, IV
SA - Carros
IV - Carros
Mods
GTA IV
SA - Mods Cleo
.: Saúde
Calculadora de IMC
Peso Ideal
Artigos de Saúde
Sexualidade
.: Google
Diagnóstico
.: Parceiros
Mural de Recados Grátis
Papel de Parede
Papel de Parede Grátis
Show Moto
Web Visual
.: Nossos Números
Artigos: 912
Categorias: 52
Comentarios: 1863
Usuarios: 25213
Blocos de Nota: 87
Canais: 168

website monitoring service
eXTReMe Tracker
Na Faixa.net - Todos os direitos reservados.
Leia nossos Termos de Uso - Política de Privacidade
Desenvolvido por Web Visual - on buzi
Apartir de:
Crie seu Site - Jogos Online - Papel de Parede Grátis - Show Moto - Mural de Recados Grátis - Dicas Para Blogs